Anima Mundi para bem pequenos

Anima MundiNo domingo demos uma passada no Centro Cultural Banco do Brasil para apresentar o Anima Mundi pro meu filhote. Fomos assim, sem pretensão, já que não tinha me organizado antes, o que quer dizer, dar uma olhada na programação, escolher o que vale a pena ser visto, fazer aquela mágica para encaixar os horários e ver o máximo de coisas que a gente conseguir, enfim, manhas de quem gosta da maratona dos festivais – EU!

Mas não era o caso. A idéia era levar o pequeno que já curte cinema para conhecer um pouco do burburinho do festival.

O evento que começou na sexta dia 16 e vai até o dia 25, não é para crianças muito pequenas. O Estúdio Aberto tem oficinas onde a idade mínima é 6 anos mas a maioria é para a garotada acima dos 10. Para quem tem filhos nessa idade, as atividades são super legais. São sete oficinas gratuitas com diferentes técnicas de animação como massinha, areia, película, recortes, etc. As atividades rolam no CCBB e na Casa França Brasil, que fica ali ao lado. O bacana é que os filmes produzidos na oficina, vão para o site do festival e podem ser assistidos e baixados por lá.

Fazendo parte mostra competitiva de filmes, tem a sessão Infantil com ingressos na faixa de 6,00 a inteira. Para alegria dos adultos, todos são dublados. Uma ótima opção para quem quer levar os pequenos para assistir é o Cine Odeon, na Cinelândia. Lá as filas costuman ser menores.

Primeira vezFalando nelas, como não estávamos animados a entrar em uma, decidimos assistir a uma sessão do Futuro da Animação que estava rolando no Centro Cultural dos Correios. É gratuita e apresenta projetos de animação feitos por crianças, desde o roteiro à confecção do filme. Não se esqueça que há filmes de diversos países e estes são legendados. Então se você é daqueles que não tem paciência para ficar contando a história enquanto o filme rola, desista. Além disso há todo o tipo de história e construção de narrativa através da visão infantil, é preciso deixar de lado o olhar exclusivamente adulto e se permitir entrar no universo deles para curtir as animações.

Começamos a assistir e no meio da sessão sugeri ao meu filho irmos ver as oficinas. Imaginei que para ele ia ser entediante mas, para minha surpresa, ele quis ver até o fim. Só saiu quando terminou mesmo, e ainda querendo conversar sobre os filmes que mais gostamos… Com certeza eu não era assim quando tinha 4 anos! E MEIO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 menção

  1. […] Eu sou super fã de animação e adoro o Anima Mundi. Levei meu filhote pela primeira vez quando ele tinha 4 anos. E meio! Se ficou curioso dá uma passada no post Anima Mundi para bem pequenos. […]

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Get Adobe Flash player