Baú de Diversões – Desbravando a Floresta

E começou a brincadeira!

Como já contei por aqui, vamos passar dois meses testando as brincadeiras sugeridas no hotsite Baú de Diversões de NINHO Soleil da forma mais gostosa: brincando com os nossos filhotes (isso fazemos sempre!) e compartilhando nossas experiências através do blog e das fotos publicadas no Álbum de Figurinhas criado como aplicativo no Facebook.

A ideia é mostrar a importância dessas atividades na vida familiar, além de serem educativas também. Para isso, vamos ter o apoio de quem entende do assunto, a pedagoga Cybele Meyer (@educaja), que além dos comentários nos posts vai apresentar, a cada semana, um texto sobre o assunto.

Pense que um pouco do seu dia que você tira para brincar com seu filho não é um tempo que você perde, muito pelo contrário! É um momento importante de trocar, ensinar, aprender, aproximar, tantos para os pais como para as crianças.

E temos certeza de que vale a pena!

Nossa brincadeira de estreia é Desbravando a Floresta. Brincamos disso desde que meu filhote era bem pequeno. Como moramos em apartamento, sempre tive hábito de frequentar parques para termos um pouco mais de contato com a natureza. Chamamos essa brincadeira de “Explorador”. Como ele sempre teve paixão por mapas, aproveitávamos para identificar placas, tentar descobrir os caminhos para chegar onde queríamos.

Aventureiro

Se o local já fosse conhecido, como o parque perto de casa, nosso “quintal”, a brincadeira era definir o que ele e os amiguinhos teriam que achar: um certo tipo de folha, uma flor da cor indicada – sempre lembrando que deveriam ser pegas do chão, nunca arrancadas. Quem trouxesse o que foi pedido primeiro, ganhava ponto.

Agora que está maior, ele mesmo gosta de fazer o mapa observando o que está ao seu redor e usando a imaginação para criar um objetivo para a aventura.

Criando

O legal é que a brincadeira para os maiores (o meu tem cinco anos) pode envolver um planejamento prévio. Pedir que as crianças separem objetos que elas acreditem que possam ajudá-las nas explorações: binóculo, garrafinha de água, um boné para se proteger do sol, bússola, para colocar em uma mochilinha, é um atrativo a mais.

SUGESTÃO DO BAÚ DE DIVERSÕES:

Desbravando a floresta é um tipo de gincana em grupo. Nessa brincadeira, cada grupo recebe uma lista de “tesouros” para encontrar e um tempo determinado para realizar a tarefa. O grupo que encontrar mais tesouros ao final do tempo é o vencedor.

Gostamos tanto dessa brincadeira que estamos querendo usar a idéia como tema para comemorar o seu aniversário de 6 anos. Garanto que a molecada não vai ficar parada!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Hotsite Baú da Diversão – www.nestle.com.br/PortalNestle/ninhosoleil

Aplicativo Álbum de Figurinhas – www.facebook.com/ninhosoleil?sk=wall

Cybele Meyer – Blog Educa Já | Twitter @cybelemeyer

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 comentários

2 menções

Pular para o formulário de comentário

  1. Eliane, adorei a ideia. Já tinha feito algo parecido, mas sem envolver os “acessórios”. Da próxima vez vou fazer kits com lanterna, binóculos para as meninas. Sabe que elas costumam fazer esses desbravamentos aqui em casa mesmo? Na verdade, uso como tática para elas encontrarem todos os sapatinhos da Polly, que possuem inacreditáveis 0,5 milímetros!!!
    beijos
    Mônica

    1. Sapatinhos da Poly são minúsculos! Ótima idéia para conseguir encontrá-los! rs

      Bjs!

  2. Olá Eliane, uma belezinha seu filho, parabéns.

    O brincar ao ar livre e estimular a criança a seguir mapas é muito importante para trabalhar a lateralidade em sintonia com a noção espacial. O fato de o seu filho ser canhoto (pelo que vi na foto) deixa a brincadeira ainda mais estimulante e rica se for realizada com outros coleguinhas, pois a criança sempre prioriza o lado dominante podendo oportunizar situações conflitantes. Excelente momento para se trabalhar a lateralidade e o fato de ser destro ou canhoto.
    Trabalhar o respeito pela Natureza também é fundamental e esta oportunidade foi muito bem aproveitada.
    Parabéns!

    1. Ele é canhoto sim. Adorei as dicas, Cybele. Já vi que vou aprender muito com as brincadeiras do Baú de Diversões! 😉

      Bjs!

  3. Pra variar, mais uma ideia super legal!
    Uma festinha assim seria pura diversão!

    Os meninos estão lindos compenetrados. Saudades
    Bjs
    Cinthia
    @chileparacriancas.blogspot.com

    1. Bom demais, né? Nesse dia eles curtiram muito o “nosso quintal”!
      Quando vocês votarem temos que marcar uns passeios bem bacanas!
      Bjs!

  4. Oi Eliane!!! Adorei a brincadeira! Nós adoramos caça ao tesouro, principalemente ao ar livre, quando o tempo permite!!! Lindão teu filhote!!! Vou propor ess brincadeira aqui em casa também!!!
    Bjos, gisele

    1. Valeu Gi!
      É uma delícia mesmo e brincadeira boa é aquela que vai acompanhando a evolução das crianças com adaptações para os interesses de cada idade. Essa, com certeza, é uma dessas.
      Bjs!

  5. Eliane sabe as fotos das suas brincadeiras de explorador me lembraram do Campo de São Bento e os meus meninos vendo os macaqiunhos nas árvores. Delícia de lugar que me deu a maior saudade de Niteroi e de brincar com o filhote da Tiffany.
    Vou programar um passeio no parque novamente e refazer as explorações, vc está certa, é um programa que agrada aos maiores tb. E quem sabe vcs duas não planejam a “bomba” que foi tema do meu post ontem?
    http://www.samshiraishi.com/bau-de-diversoes-bomba/

    1. Não tem coisa melhor do que ser criança mas ser mãe e poder curtir com eles as brincadeiras é uma alegria que não tem tamanho!
      Bomba está na lista! 😉

      Bjs!

  6. Eliane, adoro esses passeios e aventuras como desbravadores da natureza, das florestas, dos parques e até das “matas” ali no quintal da vovó.

    Assim como você, morando em apartamento, acho fundamental levar o filhote para explorar os territórios verdes de parques e áreas de preservação para que ele tenha noção do quão rico é esse contato com a natureza e como pode ganhar – em diversão e aprendizado – adentrando nestes espaços.

    O meu ainda não faz o mapa do tesouro, mas nas férias de julho conheceu uma amiga – #aos6 – que é expert em brincar de desbravadora e com ela passou a investigar achados e perdidos no quintal das casas, nos parques e até nos canteiros das ruas. Uma febre! Acho que se ele entrar um pouco mais em contato com a brincadeira do Pedro vai virar um verdadeiro detetive explorador da natureza.

    Beijo grande pra vocês. Adorei as fotos! Tiffany

    1. Sabe que a minha sobrinha é ótima de mapas e desvendar pistas? Adoro ver as meninas curtindo esse tipo de brincadeira também!

      Bjs!

    • Sirlei Noll Dias Ferreira em 25 de março de 2012 às 02:03
    • Responder

    Muito legal esta brincadeira. Meu filho de 4 anos adora “explorar” e “procurar tesouros”. No último fim de semana que fomos à praia (Leme-Copacabana), resolvemos procurar tampinhas. Durante a busca ele achou um isqueiro e acrescentou o item como interessante, logo encontrou um pente e fez o mesmo. Ao final de umas duas hs, tínhamos uma quantidade inacreditável de tampinhas de todo tipo e cores (até as de champagne), seis isqueiros diferentes, sete pentes, uma pá e um rastel de areia, um carimbo de decorar unha, uma moeda, algumas conchas e mais umas dez colherinhas e garfinhos de brincar. É ou não um tesouro pra criança?

    • Sirlei Noll Dias Ferreira em 25 de março de 2012 às 02:17
    • Responder

    O Campo de São Bento, em Niterói, é um lugar maravilhoso pra fazer este tipo de atividade. Minha filha de 12 anos cresceu indo lá jogar pão para os peixes, tartarugas, patos e galinhas (nada de pão mofado, por favor!), levamos bananas e cream crackers pra alimentar os miquinhos que vem pegar na nossa mão, sempre se acaba presenciando uma garça “pescando” um peixe pra comer, o chafariz do lago, quando é ligado, é um encantamento, tem muuuuito verde, grama, trilhas, parquinho de balanços, escorregas, casinhas, “parede” de corda pra escalar, passeio de charrete com pôneis, sem falar que sempre tem pipoqueiro, sorveteiro e um parquinho de diversões com carrossel e outros brinquedos. A entrada no parque é de graça, somente para andar nos brinquedos de Parquinho é que se compra fichas. No parque tem uma infinidade de plantas, flores caidas, sementes, vagens, folhas, paus, pedras e muitos “tesouros” para os pequenos explorarem.

  1. […] sobre a caça ao tesouro na floresta, compartilhando descobertas do Pedro e amiguinhos, no blog 1001roteirinhos também. Confere lá. 30/11/2011 — Bolinhas de Sabão e bomba na piscina, tem brincadeira […]

  2. […] Baú de Diversões – Desbravando a Floresta Baú de Diversões – Dona Aranha Baú de Diversões – Marcha Soldado Baú de Diversões – Cabana Baú de Diversões – Bolinha de Sabão Baú de Diversões – Bomba Baú de Diversões – Castelo de Areia Baú de Diversões – Invente a fantasia […]

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Get Adobe Flash player