fbpx

AS 5 MAIS :: São Paulo

No oitavo post da série, a nossa convidada é a querida Priscilla Perlatti do blog Vamos Aonde. ConFiram as dicas!




Apresentar as 5 mais de São Paulo não é tarefa fácil. Com tanta oferta de lazer para todos os gostos e bolsos, é preciso um certo tempo para poder desbravar as opções. Aqui sugiro alguns passeios bem típicos, coisa de morador, e que eu faço com as crianças com uma certa frequência.


Dica 1: Parque da Água Branca – Localizado na Zona Oeste da cidade, é um parque bem bucólico, com muitas árvores e jeitão de fazenda. Galos, galinhas, marrecos e pavões circulam soltos pelo local, fazendo a festa da criançada. Aos sábados o parque tem uma feira de produtos orgânicos e uma barraca que serve café da manhã (bebidas, pães, iogurtes, bolos – todos orgânicos também) é montada em frente à feira. As crianças adoram os parquinhos e a área de brinquedos pagos com pula-pula, trenzinho, mini roda gigante, etc. É exatamente dessa área que eu tento fugir, convidando-as para ver os peixes e as tartarugas no lago enquanto tomo um café de coador na Casa do Caboclo (também fica dentro do parque), que aos finais de semana, tem moda de viola e por uns bons instantes, dá para jurar que a gente está bem longe da capital.


Parque Água Branca 01


Parque Água Branca 02


Parque da Água Branca
Av. Francisco Matarazzo, 455 – Água Branca
Abre todos os dias, das 6h às 22h.
www.parqueaguabranca.sp.gov.br


Dica 2: Rede SESC – Não importa onde você esteja na cidade, sempre vai ter uma unidade do SESC perto de você oferecendo lazer e uma programação cultural impecável a preços módicos. Os SESCs também contam com restaurantes (as Comedorias), de preços honestos e que agradam todos os paladares, inclusive o das crianças. A Grande São Paulo conta com 17 unidades do SESC, mas, sendo um pouco – só um pouquinho – bairrista, destaco o SESC Pompéia, com sua arquitetura tão caracterísitca. Durante minha infância eu ficava esperando “término” da obra, coisa que nunca acontecia. Anos mais tarde entendi que o estilo dos prédios era fruto da criatividade da grande arquiteta Lina Bo Bardi.


SESC_SP_01


SESC_SP_02


Portal Sesc SP: programação, enderços, preços:
www.sescsp.org.br/sesc


Dica 3: Pastel e caldo de cana na feira – Um clássico paulistano. Existe uma lenda em SP que diz que pastel bom tem que ser da barraca de um japonês. Não sei se é verdade porque eu nunca provei um pastel que não fosse de barraca de japonês (pra quê arriscar, né?) mas garanto que variedade é o que mais se encontra, (desde os tradicionais queijo e carne até os mais incrementados como o especial, pastel tamanho GG que vem com um ovo cozido dentro, o preferido da minha filha). As barracas de pastel e caldo de cana estão sempre juntas, localizadas nas pontas das feiras. Como sobremesa, dá para escolher entre os pastéis doce de chocolate, banana ou goiabada ou dar uma volta pela feira livre e ir provando as frutas que os feirantes oferecem. Esse site (http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/abastecimento/feiras_livres/onde_encontrar/index.php?p=16601) traz todas as informações sobre os dias e localizações das feiras livres.

Um dos pastéis mais famosos de SP é o da barraca da dona Maria, que é bi-campeã de um concurso feito pela prefeitura todo ano. Ela (que obviamente é japonesa) já virou uma celebridade local e a cada dia monta sua barraca em um ponto diferente da cidade. Às terças feiras vende seus quitutes na feira que fica em frente ao estádio do Pacaembu, e é lá o local da minha próxima dica.


Feira_SP_01


Feira_SP_02


Dica 4: Museu do Futebol fica no Estádio do Pacaembu – Estive lá duas vezes (uma para filmar um vídeo para o Mamatraca e outra com as crianças). Fui cheia de preconceito e relutante em levar as minhas filhas (talvez quem tenha meninos tenha uma expectativa diferente) e me surpreendi. É um museu moderno e interativo e agrada tanto quem é fanático por futebol quanto para quem só convive com fanáticos. Impossível ficar indiferente à visão proporcionada por uma porta que se abre para o gramado do estádio. Emocionante!
As crianças se divertiram mesmo na parte interativa, com o chute ao gol e partidas virtuais.
Se você planejar sua visita durante um sábado ou domingo, tenha em mente que poderá haver jogo no Pacaembu. Você pode evitar o trânsito e a muvuca escolhendo outra data ou aproveitar e assistir a um jogo do campeonato.


Museu do Futebol

Museu do Futebol
Praça Charles Miller, S/N – Estádio do Pacaembu
Horário de Funcionamento: De terça a domingo, das 9h às 17h.
Ingresso: R$ 6,00 (crianças até 7 anos não pagam ingresso, às quintas feiras a entrada é gratuita para todos).
www.museudofutebol.org.br


Dica 5: HistóricoPasseio de metrô- criança de diverte com as coisas mais banais. Andar de metrô pode ser uma coisa corriqueira para os adultos, mas os pequenos adoram ( vamos combinar que FORA do horário de pico, ok?). Para as minhas filhas, a parte mais legal de ir visitar a vovó é poder pegar o metrô, trocar de linha e observar o vai e vem dos vagões.

O metrô de São Paulo, apesar de não ser suficiente para atender a demanda de transporte da cidade, é um dos mais modernos e limpos do mundo. Muitas estações exibem obras de artes e curiosidades escondidas nas plataformas. A estação Sumaré, por exemplo, fica embaixo de uma ponte e suas paredes envidraçadas oferecem uma vista especial da cidade. A estação Trianon-Masp tem painéis reproduzindo algumas das principais obras do museu que fica acima dela. E a estação Sé, fincada no coração da cidade, impressiona pela profundidade (a gente brinca que, se tivesse mais uma plataforma subterrânea, íamos saír no Japão).

Para quem tiver com disposição e interessado em roteiros mais estruturados, a prefeitura em parceria com a São Paulo Turismo oferece o Turismetrô que segundo o site deles , é um passeio que “você vai percorrer inúmeros pontos turísticos e históricos da cidade de São Paulo. Para isso foram oferecidos cinco roteiros diferentes, sendo que todos os percursos têm acompanhamento de guias bilíngues que contam a história de São Paulo e intervenções artísticas realizadas por atores que interpretam diferentes personagens em determinado ponto dos trajetos, contando curiosidades de uma forma divertida e dinâmica. Todos os roteiros têm como ponto de partida a Estação Sé do Metrô.”

Para participar é só comprar os bilhetes necessários para todas as viagens. Para mais informações recomendo o site do Metro de São Paulo e da SPTuris com detalhes do roteiro.


Metrô_SP_01


Metrô_SP_02


Metrô_SP_05


Em tempo: O metrô é uma excelente e possível opção de transporte para se chegar em todos os passeios que eu sugeri aqui.



::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Priscilla Perlatti
Blog – www.vamosaonde.blogspot.com.br e www.maededuas.com.br
Twitter @priperlatti



::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Para conhecer os outros destinos da série acesse AS 5 MAIS.



Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.