fbpx

1001 DESTINOS DE INVERNO: Bariloche (Argentina)

E cá estamos nós no segundo post dos destinos de inverno, esse bem mais frio e com neve! Nossa convidada é a Andreza Trivillin do blog Andreza Dica Indica Disney.


……………………………………………………………


Estivemos em Bariloche na primeira semana de setembro de 2010. Passamos 5 dias por lá. Faltava 20 dias para minha filha completar 4 anos. E ideia foi “ver neve”, já que minha filha e meu marido nunca tinham tido contato com neve antes. Não tínhamos pretensão de esquiar ou coisa do gênero. O objetivo era passear, brincar na neve e conhecer um lugar com uma paisagem incrível.

Ficamos hospedados no Hotel Edelweiss. Super bem localizado e com ótima estrutura. Quarto amplo e ótimo café da manhã. E uma grande piscina coberta e aquecida com vista para Cordilheira dos Andes.


bariloche_ Hotel Edelweiss


bariloche_hotel


Nosso primeiro “desafio”  foi alugar as tais roupas de neve. Alugamos numa loja que ficava em frente ao hotel. Vi boas recomendações na internet, mas não achei as roupas tão grande coisa. Mas o grande problema foi minha filha que detestou seu macacão verde e aquela bota enorme, pesada e… preta. Ela queria tudo em cores, digamos, mais femininas. Deu um show na loja… Chorou, reclamou… mas foi aquela mesmo.

Optamos por ficar na cidade no primeiro dia para passear e fazer um city tour, o famoso “Circuito Chico”. Com aproximadamente 3 horas de duração, foi o passeio que ela menos gostou, é claro, pois só mostra paisagem e locais históricos. Chegou a dormir numa parte do passeio. A única parte que ela gostou desse passeio foi a subida ao Cerro Campanário, pois nunca tinha subido em cadeirinhas ou teleféricos. Ficou super animada, mas com um certo medo ao mesmo tempo e dava vários gritos: “a gente vai caiiiiir” e ria.  Por ser finalzinho de inverno e ser um local relativamente baixo, praticamente não se tinha neve lá em cima.


bariloche_Circuito Chico


A introdução à neve foi no dia seguinte no Cerro Catedral. Ali sim era o “point”, cheio de esquiadores e “snowboarders”. Aquele clima frenético, muita neve… Cadeirinhas subindo e descendo o tempo todo. Diferente de tudo que já tínhamos visto. Ali ela gostou! Mas não tentamos colocá-la para fazer nenhum esporte de neve. Então meu marido foi se aventurar no mundo do snowboard e nós duas ficamos fazendo bonecos de neve. O local conta com kids club, mas ela não quis ficar, por conta do idioma.



Bariloche_boneco de neve

No meio do dia subimos num dos pontos mais altos do Cerro Catedral, Punta Nevada. Você tem que fazer o trajeto fazendo várias baldeações entre teleféricos fechados e as famosas cadeirinhas abertas. No finalzinho  o frio pode ser intenso, então proteja as crianças. O vento pode ser muito forte. Uma frase da minha filha chegando ao topo da montanha mostra como a situação pode ser pesada “esse frio está pegando no meu ‘coipo’ todo”. Tecla SAP: Coipo = corpo


bariloche_Cerro Catedral


Almoçamos no Refúgio Lynch. Um lugar bem bacana, mas relativamente pequeno e que fica lotado de esquiadores. Muitas vezes é necessário esperar por mesa ou até dividir mesa com estranhos. Tomamos uma sopa de cebola sensacional.

Garantimos algumas fotos bem bacanas no topo do Cerro Catedral.

Queríamos ter feito passeio de snowmobile, mas a idade dela não permitia. Não me recordo a idade mínima agora, mas com 3, 4 anos não era permitido. Só registramos fotos e ficou para a próxima.

Fizemos uma atração lá no Cerro Catedral que é bem divertida, mas muito cansativa: Snow tubing. Você se senta numa boia redonda e escorrega por uma pista. Muito legal. O problema é que você precisa subir andando até o início da pista, carregando sua boia. E a neve já estava começando a ficar mole por ser final de inverno, então o pé afundava na neve. Portanto, essa parte não foi das mais “divertidas”. Tínhamos direito à 4 descidas, só fizemos 2 pela questão do cansaço.


Bariloche_snowtubing


Mas o ponto alto da nossa viagem foi o passeio à Piedras Blancas, no Cerro Otto. Local para fazer “esquibunda”. São 5 pistas com mais de 3km de quilômetros no total.

A descida só era permitida para crianças acima de 4 anos; minha filha não poderia ir, mas como faltava poucos dias para  o aniversário, acabaram deixando que ela participasse.

Foi uma das coisas mais engraçadas que já fizemos na vida. São centenas de metros de pista em descidas na neve com um trenó de plástico. Tiveram momentos que ficamos até apreensivos, porque minha filha ainda não tinha total controle do seu trenó por ser muito pequena; tínhamos medo que ela “passasse direto” na pista e fosse parar lá nas árvores. Mas isso não aconteceu e foi muuuuuito divertido. Ela adorou!!!

O passe dá direito a 6 subidas de cadeirinha, portanto 6 descidas pelas pistas. Acabamos conseguindo fazer somente 4, pois ficamos muito cansados. Ela queria ir mais vezes, mas a pilha dos pais já tinha acabado.


bariloche_Piedras Blancas


É importante reforçar alguns pontos: é necessário o uso de roupas de neve. Se possível leve meias extras, pois entrou neve por dentro da nossa bota durante o trajeto e a meia ficou molhada no final.  A uva também pode ficar molhada. Precisamos comprar novo par de luvas para minha filha, pois as dela ficaram molhadas.

Alguns fotógrafos ficam espalhados durante o trajeto, registrando os visitantes em suas descidas, o que rende boas fotos.

Em outro dia voltamos ao Cerro Otto, mas por outro lado para subir no famoso teleférico que sai da própria cidade, o Teleférico Cerro Otto. O teleférico em si é muito legal, cabe 4 pessoas numa pequena cabine e ele sai da cidade e passa por cima da avenida. E o visual é incrível. Lá em cima já não achei grande coisa. Tem uma confeitaria giratória, que todo mundo fala, mas não achei a menor graça e tudo era bem normal. Mas quando descemos encontramos um lugar para fazer umas fotos bem babacas e adoramos! Então valeu pelas fotos!!!

Outra coisa que minha filha adorou em Bariloche foram os cães da raça São Bernardo espalhados por todos os “cerros” e às vezes até na cidade. Tiramos fotos com vários. Eles ficam imóveis e praticamente não piscam. Parecem até de mentira. Ela adora animais; ficou doida com eles.


bariloche_São Bernardo


Sobre alimentação, fomos em dois ótimos restaurantes em Bariloche que eu aconselho: El Boliche de Alberto, que serve deliciosas carnes argentinas a preços ótimos (pelo menos na época o preço era bom) e Cazita Suiza, com deliciosas racletes e foundes.  Sinceramente não me lembro se tinha algum menu child friendly nesses restaurantes, mas minha filha comeu conosco.

As lojas de chocolate da Mitre (principal rua de Bariloche) são de enlouquecer crianças e adultos. As maiores e mais famosas são Del Turista, a Mamuschka, e aRapa Nui.

Foi um passeio inesquecível! Lugar bonito, cidade aconchegante, comida boa… Apesar de não ser um destino tradicionalmente “infantil” acho que é perfeitamente possível levar as crianças e aproveitar as opções de diversão em família.

E vendo as fotos deu uma tremenda saudade!




::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Nome – Andreza Trivillin
Blog –  www.andrezadicaeindicadisney.com.br
Twitter – @Dicaeindica
Facebook –www.facebook.com/andrezadicaeindicadisney

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

3 comentários

1 menção

  1. Que dicas bacanas, Andreza! Estou doida para testá-las todas! E as fotos, então, ficaram lindas!
    Um beijo,
    Marusia

    • Nemora em 24 de janeiro de 2015 às 09:32
    • Responder

    Bom dia Andreza!!!
    Tudo bem?
    Achei suas dicas muito legais.
    Vou para Bariloche dia 08 de setembro deste ano. Será que vou encontrar neve?
    Eu li que voce foi em setembro tambem ne, e tinha alguns Cerros que tinham ainda ne.
    Tambem ficaremos no Edelweiss.
    O Hotel parece ser muito bom! É facil o acesso lá ao centro e principais lojas?
    Obrigada!
    Aguardo um retorno.

    1. Oi Nemora,

      Vou passar suas dúvidas para a Andreza.

      Obrigada pela visita.

      Abraços,
      Eliane

  1. […] E o sonho da família era ver neve. Eu já tinha visto neve antes no episódio 5 e no episódio 6, mas o marido e filha nunca tinham visto. Em setembro/ 2010 fomos para Bariloche para 5 dias de passeio. Foi demais! O lugar é lindo, com várias opções de diversão e ótima culinária. Contei um pouco dessa viagem no blog 1001 Roteirinhos. […]

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.