Antecipando o Dia das Mães

Como é “presente de grego” levar mãe para almoçar fora no domingo, Dia das Mães, surgiu a idéia de um passeio no sábado.
A idéia é sair de Niterói de Barcas por volta de meio dia, rumo ao Centro, escolher um dos restaurantes da região da Rua do Mercado. Depois do almoço podemos tomar um café no Paço Imperial e em seguida visitar o Museu Histórico Nacional aproveitando a exposição Einstein Brasil.

MUSEU HISTÓRICO NACIONAL

EXPOSIÇÃO EINSTEIN NO BRASIL

Interessante? Nos encontramos por lá 🙂

Jardim do tesouro

O Jardim Botânico do Rio é sem dúvida um programa imperdível para quem tem crianças. Com tanta falta de espaço e contato com a natureza cada vez mais difícil, ter uma opção como essa no quintal de casa não é pra qualquer um. Ainda mais um quintal assim tão bem cuidado. Vale cada centavo pago pelo estacionamento e pelo ingresso.

É a segunda vez que levo meu filho lá. A primeira foi iniciativa minha, e dessa vez, a pedido dele que queria ir naquela “floresta” que tem mapa pra procurar tesouro e plantas carnívoras. Pois é! Assim são os nossos passeios: cheios de imaginação! E o mapa existe mesmo. É distribuído no Centro do Visitante, uma casa em frente à bilheteria. No lugar há também uma maquete do Jardim Botânico. Muito bom pra gente ter uma idéia da localização das coisas naquele mundão. Numa salinha ao lado passam um filme sobre o lugar. Não prendeu a atenção das crianças nem um segundo, o som estava baixíssimo e apesar das imagens serem lindas, muito melhor ver tudo ao vivo. Outra coisa que estranhei foi que descobri essa parte por acaso, graças à curiosidade do meu filho que empurrou a porta que estava encostada. Bendita curiosidade!

As atrações começam antes mesmo de chegar à bilheteria com o laguinho das tartarugas e seu cartaz inusitado e o relógio de sol.

Lago das tartarugas

Lago das tartarugas

Lago das tartarugas
Lago das tartarugas

Continue lendo

Desvendando o Rio Antigo

Comemorar aniversário no Rio Antigo com a família não parece combinar, mas deu super certo.  

Começamos a montar o roteiro com a ajuda de palpites, pesquisa na internet, lugares preferidos na rotina de quem trabalha no Centro, e claro, as idéias tinham que agradar aos dois pequenos de 5 e 4 anos que participariam do evento. Enfim, um pouquinho de cada um e a mistura ficou assim:  

Incio do passeio : Optamos por não ir de carro, para não dependermos de estacionamentos e ainda darmos a oportunidade de um passeio diferente para as crianças. Sendo assim, fomos de Barcas (Niteroi-Praça XV), curtindo a paisagem, sem pressa e sem superlotação das Barcas em horários de rush.  

Barca Continue lendo

Simples, Rápido e Barato

MAC http://www.macniteroi.com.br/ – contação de histórias (todo os domingos, às 16h)

Contação de Histórias no MAC de Niterói
O projeto oferece ao público que visita o Museu a oportunidade de participar de uma sessão de contação de histórias dirigida pelo ator Flávio de Souza. O espetáculo se desenvolve com a participação da platéia que interage na construção coletiva da história.” (retirado do site do MAC)

Continue lendo

São Paulo divertido

Para quem vive na rotina da Ponte Aérea é difícil imaginar montar um roteiro para final de semana com a família enfrentando a ponte por opção? Se achou isso, enganou-se. Quando comecei a montar um roteiro de final de semana para apresentar à minha pequena a mãe fala que vai tanto para trabalhar, me surpreendi com a quantidade de dicas que recebi!

Começamos pelo Jardim Zoológico, deixando a mala no locker do aeroporto de Congonhas e indo direto ao Zoo Safari (http://www.zoologico.sp.gov.br/zoosafari/). O Zoológico ficou para próxima pois merece um dia sem horário para conhecer de verdade…

Continue lendo

BICHINHO CARPINTEIRO

Quem disse que programa família tem que ser chato? Basta ter amor, humor e disposição. Assim vida fica bem mais divertida!

Dizem de criança que não pára quieta que tem bicho carpinteiro. E normalmente o que os adultos mais querem é exterminar o bichinho, me refiro ao carpinteiro, claro, para que o outro, a criança, se aquiete.

Pois eu sou mais essa inquietação alegre e curiosa dos pequenos do que a inércia do adulto que passa o fim de semana de controle remoto na mão vendo a vida passar pela janela eletrônica.

Foi esse olhar curioso de quem tem sempre coisas a descobrir que me fez gostar de atividades que aguçassem a inteligência, o humor, o movimento, o conhecimento, e tantas coisas que alimentam corpo e mente e fazem a vida muito mais interessante.

Assim aconteceram vários passeios imperdíveis, inusitados. Programas de índio para alguns, ótimas idéias para outros. Mas depois do nascimento do meu filho, precisei unir o agradável ao possível. Algo que pudéssemos curtir juntos, não aquela obrigação de mãe cumprindo seu papel. Queria dividir momentos especiais com a pessoa mais especial da minha vida. Talvez até um certo egoísmo meu: queria q fosse divertido para mim também! E assim aconteceu. Acho que com 4 anos o meu filhote já conhece mais coisas que muito marmanjo por aí. Quantos cariocas não conhecem o Corocovado ou o Pão de Açúcar? Nunca foram ao Museu de Arte Moderna ou à Feira de São Cristóvão? Já levaram seus filhos pra brincar nos jardins do Museu da República ou no Forte de Copacabana? São tantos lugares pra conhecer que minha lista só cresce.

Claro que fazer passeio com criança requer um pouco mais de planejamento e organização. Fomos juntando experiências, dicas de lugares bacanas, outros não tão legais e os furadas total também! Acabamos pensando em roteiros adaptados às necessidades e interesses da gurizada. Os amigos com filhos, sobrinhos, ou os dois, começaram a perguntar, querer dicas, dar sugestões. Assim surgiu a idéia do 1001roteirinhos. Para podermos dividir um pouco do que já conhecemos e, quem sabe, ser o empurrão que faltava pra tirar algumas pessoas do sofá! 😉

Get Adobe Flash player